“A composição dos gastos das pessoas mudou bastante”, avalia Rodrigo Glatt sobre a captação recorde

O sócio da GTI destacou que em 2020, por conta da baixa de juros, muitos investidores migraram da renda fixa


Sophia Bernardes - 07/01/2022


Em participação ao BM&C News, o sócio da GTI, Rodrigo Glatt, nesta sexta-feira (7), analisou a captação recorde registrada em 2021, destacando o principal motivador para esse dado. “A composição dos gastos das pessoas mudou bastante”. O sócio da GTI explicou que em razão da pandemia, muitas pessoas precisaram ficar em suas casas, fazendo com que, muitas vezes, gastassem menos do que gastariam, logo, muitos fizeram poupança. Além disso, Glatt destacou que no segundo semestre de 2020, por conta dos juros muito baixos, vimos uma migração muito forte da renda fixa para investimentos alternativos.

Confira a análise na íntegra: